Qual a Diferença Entre EPI e EPC?

Tanto o EPI quanto o EPC são fundamentais para a segurança do trabalhador nas empresas, mas você sabe qual a diferença entre eles?

EPI e EPC são equipamentos de proteção utilizados em empresas, visando a saúde e a integridade física dos funcionários e pessoas que frequentam o ambiente. De modo geral os dois são complementares, sendo de responsabilidade do contratante o fornecimento destes materiais.

Os custos para a distribuição destes protetores são baixíssimos quando pensamos que uma vida não tem preço e investir na segurança e saúde dos funcionários sempre é a melhor solução.

Preparamos um artigo bem completo com tudo o que você precisa saber sobre a diferença entre o EPI (Equipamento de Proteção Individual) e o EPC (Equipamento de Proteção Coletiva). Vamos lá?

O que é EPI?

Os Equipamentos de Proteção Individual, conhecidos pela sigla EPI são equipamentos de proteção destinados para cada trabalhador individualmente, com o objetivo de preservar a saúde e a vida desse colaborador.

A Norma Regulamentadora (NR-06), do Ministério do Trabalho e Emprego obriga as empresas a fornecerem o EPI gratuitamente e de acordo com as necessidades das funções exercidas. O EPI é importante, ajudando também na melhoria da produção, pois dá uma maior segurança para cada trabalhador.

Quais EPI’s são mais comuns e utilizados?

Existem alguns itens que fazem parte dos Equipamentos Individuais de Proteção, com obrigatoriedade de acordo com a função exercida pelo trabalhador:

  • Proteção para a cabeça: capacete, capuz
  • Proteção para os olhos e face: óculos, máscaras
  • Proteção auditiva: protetor auricular, abafadores
  • Proteção respiratória: respirador
  • Proteção para o tronco: coletes
  • Proteção para os membros superiores: luvas, braçadeiras
  • Proteção para os membros inferiores: botas, calças

Leia Também: Principais Tipos de EPI e Suas Funções

Qual a diferença entre EPI e EPC

O que é EPC?

Os Equipamentos de Proteção Coletiva, conhecidos como EPC, ficam instalados na sede da empresa, garantindo a segurança durante o trabalho. Eles são eficientes e não atrapalham o trabalhador, protegendo a integridade física de todos presentes no ambiente.

O EPC é orientado pela Norma Regulamentadora (NR-04), sob a responsabilidade do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), evitando riscos.

Quais são os EPC’s mais comuns e utilizados?

Existe uma série obrigatória de Equipamentos de Proteção Coletiva, para garantir um ambiente de trabalho seguro, entre os principais estão:

  • Cones
  • Fitas
  • Placas de sinalização
  • Alarmes
  • Grades e sistemas de bloqueio
  • Barreira contra luminosidade
  • Barreira contra radiação
  • Exaustores
  • Corrimãos

Principal diferença entre EPI e EPC

A diferença é simples de entender: EPI são equipamentos individuais e EPC coletivos. Um não impede a utilização do outro e atuam juntos.

Aplicação do EPI e EPC

Normalmente os custos com EPC são menores e aplicados primeiro. O Brasil registra anualmente mais de 700 mil acidentes no trabalho, sendo o quarto país neste ranking, mas nos últimos anos a situação tem melhorado. Com a aplicação do EPI e do EPC as empresas aumentam a produtividade, já que os funcionários dificilmente ficam doentes e passam a render mais.

Importância do EPI e EPC

Tanto o EPI quanto EPC são importantes para a segurança do trabalhador. A prevenção e a manutenção também são fundamentais e não podem ser deixadas de lado. A empresa deve orientar os colaboradores sobre a utilização dos equipamentos, garantindo sucesso em relação a proteção.

Mesmo que um funcionário esteja utilizando protetores de ouvido e luvas, é necessário também cones para indicar uma situação de risco. Algumas ações ou empresas podem necessitar de cuidados redobrados. Estudos indicam que os trabalhadores se sentem mais seguros e aumentam a sua motivação.

Autor

Rafael Lobo

Fundador e sócio-diretor na Conceito Zen, Bombeiro Civil com aperfeiçoamento em Segurança do Trabalho, Técnico em Massoterapia e vencedor do Prêmio Reconhecimento Senac, atua desde 2008 com palestras e atividades voltadas para SIPAT e Qualidade de Vida no Trabalho.

Comentários

  1. Ricardo :

    Adorei a explicação sobre a diferença entre EPI e EPC. Parabéns. Bem didático!

    • Rafael Lobo :

      Olá Ricardo.

      Que bom que consegui atingir meu objetivo!

      Abraços,
      Rafael

  2. Cintia dos Santos :

    Gostei da explicação muita clara.

    • Rafael Lobo :

      Olá Cintia.
      Fico feliz que o artigo lhe ajudou.

      Abraços,
      Rafael

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado – Campos obrigatórios estão marcados com *

Qual a Diferença Entre EPI e EPC? - Conceito Zen