O Que é Segurança do Trabalho

A cultura de segurança é a forma mais prática que temos para utilizar no dia a dia com o objetivo de diminuirmos os riscos de acidentes no local de trabalho e garantir a saúde e segurança dos funcionários.

Visando minimizar e evitar acidentes ocorridos no ambiente de trabalho, o conceito de Segurança no Trabalho pode ser entendido como uma ciência que estuda meios de proteger os trabalhadores em seu ambiente profissional, além de promover a saúde de forma geral, oferecendo melhor qualidade de vida aos funcionários de uma determinada empresa.

No Brasil, a Segurança no Trabalho é definida por normas e leis e descrita como Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), regulamentada em uma portaria do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Norma Regulamentadora nº 4 (NR-4), além das convenções internacionais da Organização Internacional do Trabalho (OIT), ratificadas pelo Brasil.

Segundo essa Norma Reguladora do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, devem contar, obrigatoriamente, com profissionais de Segurança do Trabalho todas as empresas privadas e públicas, os órgãos públicos da administração direta e indireta e dos poderes Legislativo e Judiciário, que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Além de ser obrigatório, a Segurança do Trabalho organiza as atividades, previne acidentes e mostra aos empregados a preocupação da empresa com sua saúde e bem-estar, isso aumenta a produtividade dos funcionários, auxilia na motivação e, assim, traz diversos benefícios às empresas.

O que é segurança no trabalho

Qual a definição de Segurança do Trabalho?

Podemos dar a noção de conceito e definição de Segurança do trabalho como o departamento responsável por criar ações e procedimentos necessários para diminuir as possibilidades de acidentes e doenças no ambiente de trabalho.

O que estuda a Segurança do Trabalho?

As disciplinas de estudo da Segurança do Trabalho são: Introdução à Segurança; Higiene e Medicina do Trabalho; Prevenção e Controle de Riscos em Máquinas, Equipamentos e Instalações; Psicologia na Engenharia de Segurança; Comunicação e Treinamento; Administração aplicada à Engenharia de Segurança; O Ambiente e as Doenças do Trabalho; Higiene do Trabalho; Metodologia de Pesquisa; Legislação, Normas Técnicas, Responsabilidade Civil e Criminal; Perícias; Proteção do Meio Ambiente; Ergonomia e Iluminação; Proteção contra Incêndios e Explosões e Gerência de Riscos.

Quem são os profissionais em Segurança do Trabalho?

Toda empresa deve contar com um quadro de funcionários multidisciplinar de Segurança do Trabalho, formando o SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho). São eles: Técnico de Segurança do Trabalho, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Médico do Trabalho e Enfermeiro do Trabalho.

O dimensionamento, ou seja, a quantidade obrigatória dos profissionais que devem compor a área de Segurança do Trabalho irá variar de acordo com o número de funcionários e o grau de risco da principal atividade da empresa. Em alguns casos, por exemplo, apenas um Técnico de Segurança do Trabalho pode ser suficiente, em outros o quadro deve ser mais completo, contando com mais de um profissional de cada especialidade. Para isso, consulte a NR4 clicando aqui.

Além disso, os empregados da empresa também devem constituir a CIPAComissão Interna de Prevenção de Acidentes regulamentada pela Norma Regulamentadora NR 05, que visa promover ações para a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, mantendo o trabalho de promoção da saúde permanente e cotidiano.

Quais são as funções dos profissionais em Segurança do Trabalho?

Cada profissional atua de acordo com a sua formação específica, mas, de modo geral, o engenheiro e o técnico têm como principais funções organizar programas de prevenção de acidentes, orientar os trabalhadores quanto aos riscos de suas funções e as formas de prevenção, elaborando planos de prevenção de riscos, além de realizar inspeção, produzir laudos técnicos, orientar a CIPA e organizar eventos e palestras de treinamento.

Já o médico e o enfermeiro do trabalho são responsáveis pela parte de saúde ocupacional, oferecendo consultas para prevenção de doenças, tratando ferimentos ocorridos durante o período de trabalho, além de ministrar vacinas e realizar exames de admissão e periódicos nos empregados.

Confira abaixo a transcrição exata das funções de cada um desses profissionais, segundo o Código Brasileiro de Ocupação (CBO).

Engenheiro de Segurança do Trabalho – CBO 0-28.40

  • assessora empresas industriais e de outro gênero em assuntos relativos à segurança e higiene do trabalho, examinando locais e condições de trabalho, instalações em geral e material, métodos e processos de fabricação adotados pelo trabalhador, para determinar as necessidades dessas empresas no campo da prevenção de acidentes;
  • inspeciona estabelecimentos fabris, comerciais e de outro gênero, verificando se existem riscos de incêndios, desmoronamentos ou outros perigos, para fornecer indicações quanto às precauções a serem tomadas;
  • promove a aplicação de dispositivos especiais de segurança, como óculos de proteção, cintos de segurança, vestuário especial, máscara e outros, determinando aspectos técnicos funcionais e demais características, para prevenir ou diminuir a possibilidade de acidentes;
  • adapta os recursos técnicos e humanos, estudando a adequação da máquina ao homem e do homem à máquina, para proporcionar maior segurança ao trabalhador;
  • executa campanhas educativas sobre prevenção de acidentes, organizando palestras e divulgações nos meios de comunicação, distribuindo publicações e outro material informativo, para conscientizar os trabalhadores e o público, em geral;
  • estuda as ocupações encontradas num estabelecimento fabril, comercial ou de outro gênero, analisando suas características, para avaliar a insalubridade ou periculosidade de tarefas ou operações ligadas à execução do trabalho;
  • realiza estudos sobre acidentes de trabalho e doenças profissionais, consultando técnicos de diversos campos, bibliografia especializada, visitando fábricas e outros estabelecimentos, para determinar as causas desses acidentes e elaborar recomendações de segurança.

Técnico de Segurança do Trabalho – CBO 0-39.45

  • inspeciona locais, instalações e equipamentos da empresa, observando as condições de trabalho, para determinar fatores e riscos de acidentes; estabelece normas e dispositivos de segurança, sugerindo eventuais modificações nos equipamentos e instalações e verificando sua observância, para prevenir acidentes;
  • inspeciona os postos de combate a incêndios, examinando as mangueiras, hidrantes, extintores e equipamentos de proteção contra incêndios, para certificar-se de suas perfeitas condições de funcionamento;
  • comunica os resultados de suas inspeções, elaborando relatórios, para propor a reparação ou renovação do equipamento de extinção de incêndios e outras medidas de segurança;
  • investiga acidentes ocorridos, examinando as condições da ocorrência, para identificar suas causas e propor as providências cabíveis;
  • mantém contatos com os serviços médico e social da empresa ou de outra instituição, utilizando os meios de comunicação oficiais, para facilitar o atendimento necessário aos acidentados;
  • registra irregularidades ocorridas, anotando-as em formulários próprios e elaborando estatísticas de acidentes, para obter subsídios destinados à melhoria das medidas de segurança;
  • instrui os funcionários da empresa sobre normas de segurança, combate a incêndios e demais medidas de prevenção de acidentes, ministrando palestras e treinamento, para que possam agir acertadamente em casos de emergência;
  • coordena a publicação de matéria sobre segurança no trabalho, preparando instruções e orientando a confecção de cartazes e avisos, para divulgar e desenvolver hábitos de prevenção de acidentes;
  • participa de reuniões sobre segurança no trabalho, fornecendo dados relativos ao assunto, apresentando sugestões e analisando a viabilidade de medidas de segurança propostas, para aperfeiçoar o sistema existente.

Médico do Trabalho – CBO – 0-61.22

  • executa exames periódicos de todos os empregados ou em especial daqueles expostos a maior risco de acidentes do trabalho ou de doenças profissionais, fazendo o exame clínico e/ou interpretando os resultados de exames complementares, para controlar as condições de saúde dos mesmos a assegurar a continuidade operacional e a produtividade;
  • executa exames médicos especiais em trabalhadores do sexo feminino, menores, idosos ou portadores de subnormalidades, fazendo anamnese, exame clínico e/ou interpretando os resultados de exames complementares, para detectar prováveis danos à saúde em decorrência do trabalho que executam e instruir a administração da empresa para possíveis mudanças de atividades;
  • faz tratamento de urgência em casos de acidentes de trabalho ou alterações agudas da saúde, orientando e/ou executando a terapêutica adequada, para prevenir consequências mais graves ao trabalhador;
  • avalia, juntamente com outros profissionais, condições de insegurança, visitando periodicamente os locais de trabalho, para sugerir à direção da empresa medidas destinadas a remover ou atenuar os riscos existentes;
  • participa, juntamente com outros profissionais, da elaboração e execução de programas de proteção à saúde dos trabalhadores, analisando em conjunto os riscos, as condições de trabalho, os fatores de insalubridade, de fadiga e outros, para obter a redução de absenteísmo e a renovação da mão-de-obra;
  • participa do planejamento e execução dos programas de treinamento das equipes de atendimento de emergências, avaliando as necessidades e ministrando aulas, para capacitar o pessoal incumbido de prestar primeiros socorros em casos de acidentes graves e catástrofes;
  • participa de inquéritos sanitários, levantamentos de doenças profissionais, lesões traumáticas e estudos epidemiológicos, elaborando e/ou preenchendo formulários próprios e estudando os dados estatísticos, para estabelecer medidas destinadas a reduzir a morbidade e mortalidade decorrentes de acidentes do trabalho, doenças profissionais e doenças de natureza não-ocupacional;
  • participa de atividades de prevenção de acidentes, comparecendo a reuniões e assessorando em estudos e programas, para reduzir as ocorrências de acidentes do trabalho;
  • participa dos programas de vacinação, orientando a seleção da população trabalhadora e o tipo de vacina a ser aplicada, para prevenir moléstias transmissíveis;
  • participa de estudos das atividades realizadas pela empresa, analisando as exigências psicossomáticas de cada atividade, para elaboração das análises profissiográficas;
  • procede aos exames médicos destinados à seleção ou orientação de candidatos a emprego em ocupações definidas, baseando-se nas exigências psicossomáticas das mesmas, para possibilitar o aproveitamento dos mais aptos;
  • participa da inspeção das instalações destinadas ao bem-estar dos trabalhadores, visitando, juntamente com o nutricionista, em geral (0-68.10), e o enfermeiro de higiene do trabalho (0-71.40) e/ou outros profissionais indicados, o restaurante, a cozinha, a creche e as instalações sanitárias, para observar as condições de higiene e orientar a correção das possíveis falhas existentes. Pode participar do planejamento, instalação e funcionamento dos serviços médicos da empresa. Pode elaborar laudos periciais sobre acidentes do trabalho, doenças profissionais e condições de insalubridade. Pode participar de reuniões de órgãos comunitários governamentais ou privados, interessados na saúde e bem-estar dos trabalhadores. Pode participar de congressos médicos ou de prevenção de acidentes e divulgar pesquisas sobre saúde ocupacional.

Enfermeiro do Trabalho CBO – 0-71.40

  • Estuda as condições de segurança e periculosidade da empresa, efetuando observações nos locais de trabalho e discutindo-as em equipe, para identificar as necessidades no campo da segurança, higiene e melhoria do trabalho;
  • Elabora e executa planos e programas de proteção à saúde dos empregados, participando de grupos que realizam inquéritos sanitários, estudam as causas de absenteísmo, fazem levantamentos de doenças profissionais e lesões traumáticas, procedem a estudos epidemiológicos, coletam dados estatísticos de morbidade e mortalidade de trabalhadores, investigando possíveis relações com as atividades funcionais, para obter a continuidade operacional e aumento da produtividade;
  • Executa e avalia programas de prevenções de acidentes e de doenças profissionais ou não profissionais, fazendo análise da fadiga, dos fatores de insalubridade, dos riscos e das condições de trabalho do menor e da mulher, para propiciar a preservação de integridade física e mental do trabalhador;
  • Presta primeiros socorros no local de trabalho, em caso de acidente ou doença, fazendo curativos ou imobilizações especiais, administrando medicamentos e tratamentos e providenciando o posterior atendimento médico adequado, para atenuar consequências e proporcionar apoio e conforto ao paciente;
  • Elabora e executa ou supervisiona e avalia as atividades de assistência de enfermagem aos trabalhadores, proporcionando-lhes atendimento ambulatorial, no local de trabalho, controlando sinais vitais, aplicando medicamentos prescritos, curativos, instalações e teses, coletando material para exame laboratorial, vacinações e outros tratamentos, para reduzir o absenteísmo profissional; organiza e administra o setor de enfermagem da empresa, provendo pessoal e material necessários, treinando e supervisionando auxiliares de enfermagem do trabalho, atendentes e outros, para promover o atendimento adequado às necessidades de saúde do trabalhador;
  • Treina trabalhadores, instruindo-os sobre o uso de roupas e material adequado ao tipo de trabalho, para reduzir a incidência de acidentes;
  • Planeja e executa programas de educação sanitária, divulgando conhecimentos e estimulando a aquisição de hábitos sadios, para prevenir doenças profissionais, mantendo cadastros atualizados, a fim de preparar informes para subsídios processuais nos pedidos de indenização e orientar em problemas de prevenção de doenças profissionais.

Auxiliar de Enfermagem do trabalho

  • desempenha tarefas similares às que realiza o auxiliar de enfermagem, em geral (5-72.10), porém atua em dependências de fábricas, indústrias ou outros estabelecimentos que justifiquem sua presença.

Como a Segurança do Trabalho é importante

Agora que sabemos exatamente sobre alguns dos profissionais que compõe o quadro de segurança é que temos uma pequena ideia da importância da segurança do trabalho no dia a dia das empresas e dos trabalhadores, pois somente com este conceito de ações preventivas é que podemos minimizar riscos de acidentes preservando o principal patrimônio de todos: A vida!

O Que é Segurança do Trabalho
4.1 (82.5%) 8 votes
0
0
facebook

Autor

Rafael Lobo

Fundador e sócio-diretor na Conceito Zen, Bombeiro Civil com aperfeiçoamento em Segurança do Trabalho, Técnico em Massoterapia e vencedor do Prêmio Reconhecimento Senac, atua desde 2008 com palestras e atividades voltadas para SIPAT e Qualidade de Vida no Trabalho.

Comentários

  1. Heltonn :

    Muito bom. Parabéns!

    • Rafael Lobo :

      Olá Heltonn.
      Fico feliz que tenha gostado do contéudo.

      Abraços,
      Rafael

    • Maria Souza Freitas :

      Parabéns. Muito bom! Acabei de fazer um trabalho sobre isso!

      • Rafael Lobo :

        Olá Maria.
        Que excelente notícia!

        Abraços,
        Rafael

  2. Cristiane Segato :

    Olá. Amei o conteúdo da postagem. Estou cursando segurança do trabalho há dois meses e na minha apostila o que aprendi até agora é exatamente que está escrito na página de vocês.

    • Rafael Lobo :

      Olá Cristiane.
      Fico feliz em ter seu feedback. Muito bom saber que as ideias passadas aqui no site estão de acordo com o que as escolas estão ensinando.

      Abraços,
      Rafael

  3. Cristovam Araujo :

    Muito bom. Parabéns!

    • Rafael Lobo :

      Olá Cristovam.
      Fico feliz que tenha gostado!

      Abraços,
      Rafael

  4. Poliana Cristina :

    Muito bom!

    • Rafael Lobo :

      Olá Poliana.
      Que bom que gostou!

      Abraços,
      Rafael

  5. Jonyere de Oliveira :

    Parabéns pelo conteúdo ….

    • Rafael Lobo :

      Obrigado Jonyere.

      Abraços,
      Rafael

      • Reginaldo Ferreira de Lima :

        Muito bom, informações com bastante conteúdo para o entendimento e importância na segurança, saúde, relacionamento com funcionários etc.

      • Eder :

        Ótimo conteúdo.

  6. Wanderly Gomes Martins :

    Parabéns pelo conteúdo. Muito importante! Irei iniciar o curso de segurança do trabalho e vejo que tem bastante informações sobre a área de trabalho. Isso facilita muito o entendimento para quem está chegando agora, assim como eu!

    • Rafael Lobo :

      Olá Wanderly.
      Os profissionais da área da saúde e segurança no trabalho têm por objetivo sempre ser um multiplicador de conhecimento.

      Seja muito bem vindo!

      Abraços,
      Rafael

  7. Isabela Michels :

    Uau! Um ótimo artigo!

    • Rafael Lobo :

      Olá Isabela.
      Fico muito feliz em saber que gostou do artigo.

      Abraços,
      Rafael

  8. Laura Andrade :

    Muito bom esse assunto de segurança do trabalho.

    • Rafael Lobo :

      Olá Laura.
      Segurança é realmente muito importante não só na empresa, mas também em todos os ambientes em que estamos.

      Abraços,
      Rafael

  9. Jose Nilson Norberto :

    Ótimo, valeu as informações.

    • Rafael Lobo :

      Olá Jose.
      Fico feliz que tenha gostado do artigo.

      Abraços,
      Rafael

  10. Elisandra Torres :

    Amei seus relatos parabéns.
    Vou iniciar agora minha capacitação e estou bem motivada.

    • Rafael Lobo :

      Olá Elisandra.
      Fico muito feliz em saber que gostou de nosso artigo.

      Abraços,
      Rafael

  11. Maria Iolanda :

    Amei! Estou querendo fazer esse curso técnico de segurança do trabalho.

    • Rafael Lobo :

      Olá Maria Iolanda.
      Obrigado pelo feedback.

      Abraços,
      Rafael

  12. Jaqueline :

    Irei dar início ao curso de técnico em segurança do trabalho esse mês. Adorei o conteúdo.

    • Rafael Lobo :

      Olá Jaqueline.
      Seja muito bem vinda ao ambiente prevencionista! Boa sorte em sua jornada.

      Abraços,
      Rafael

  13. Cícero Lopes do Nascimento :

    Preciso muito desse curso, onde moro não tem, poderia ter no IFCE, acho que o feito a distancia não tem o mesmo valor que o presencial, gostaria de sua opinião.

    • Rafael Lobo :

      Olá Cícero.
      Não tenho opinião formada sobre algum curso on line de técnico em segurança do trabalho.

      Hoje em dia os cursos on line melhoraram muito. Algumas escolas são bem exigentes e em alguns casos fica mais puxado em relação ao presencial. Porém, no presencial, você tem uma oportunidade de conversar pessoalmente com profissionais que as vezes já estão no mercado e pode iniciar seu networking.

      Seria legal você falar com os alunos de ambos os cursos para ter uma opinião melhor.

      Boa sorte.

      Abraços,
      Rafael

  14. Rosangela :

    Boa tarde, sou aluna de técnico segurança do trabalho. Gostei muito dessa matéria, muito interessante!

    • Rafael Lobo :

      Olá Rosangela.
      Fico feliz com seu feedback.

      Abraços,
      Rafael

  15. Andréa :

    Oi boa tarde. Gostei muito da sua explicação sobre segurança do trabalho. Vou iniciar um curso, aí procurei saber qual a função do técnico de segurança do trabalho e gostei muito. Estou bem animada agora pra fazer o curso. Parabéns pela sua explicação.

    • Rafael Lobo :

      Olá Andréa.
      Fico muito feliz em saber que gostou do nosso material.

      Abraços,
      Rafael

  16. Maria Eufrazia :

    Matéria muito interessante. Amei 😍. Obrigada Rafael.

    • Rafael Lobo :

      Olá Maria.
      Obrigado pelo carinho.

      Abraços,
      Rafael

  17. Felipe Lemos :

    Muito bom o artigo. É o primeiro que vejo. É certo de salvar o conceitozen.com.br nos meus favoritos para eventuais pesquisas.

    • Rafael Lobo :

      Olá Felipe.
      Fico muito feliz e agradeço muito o prestígio.

      Abraços,
      Rafael

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado – Campos obrigatórios estão marcados com *