O que é Segurança Comportamental?

Entenda o conceito de segurança comportamental, conhecido como Behavior Based Safety e aplicado nas melhores empresas.

Os acidentes de trabalho são prejudiciais tanto para empresas quanto para as próprias vítimas, e também para a Previdência Social. Em uma divulgação das estatísticas anuais, a Previdência Social informou que dentre 2007 a 2013 cerca de 45% dos acidentes de trabalho ocasionaram invalidez, morte, ou no mínimo afastamento por período prolongado. O total em indenizações pagas neste período chegou a R$ 58 bilhões.

Esse total é a somatória dos custos com pensões por morte ou invalidez permanente, e pagamento dos salários das vítimas de acidentes de trabalho no Brasil, contado à partir do 16º dia ausente no trabalho.

Esses valores não contabilizam os custos indiretos como SUS e ações judiciais. Acidentes de trabalho não afetam apenas o funcionários, mas também toda a empresa e até mesmo a economia do país.

Behavior Based Safety

O que é segurança comportamental?

Segurança comportamental é uma aplicação da psicologia comportamental. Ela visa promover a segurança no ambiente de trabalho, envolvendo os colaboradores, com técnicas de segurança e gestão. Basicamente é o gerenciamentos de desempenho que grupos de trabalho exercem por eles mesmos.

Para que os grupos consigam gerenciar seu próprio desempenho, eles devem trabalhar no rastreamento e medição, buscando encontrar indicadores deficientes que determinem os comportamentos críticos. Esses comportamentos expõem a saúde do funcionário à doenças ou acidentes. A Segurança Comportamental propõe técnicas, e planejamentos, para a redução destas exposições.

Segurança comportamental nas empresas

A implantação de medidas nas empresas, com a finalidade de diminuir os riscos causadores de acidentes no ambiente de trabalho são fatores que geram grande preocupação para os gestores. Ao longo do tempo diversas iniciativas foram tomadas para minimizar os danos, e prova disso é a obrigatoriedade, nos casos necessários, do uso de equipamentos de proteção individual.

Porém apenas acrescentar equipamentos para proteger o funcionário não é o suficiente. A adoção de alguns procedimentos, a conscientização e a mudança de uma maneira geral no comportamento de toda a equipe se fazem necessários para que gestores tenham um resultado significativo, e que impacte positivamente toda a equipe.

Leia Também: Principais Doenças Relacionadas ao Trabalho

Prevenção de Riscos

Trabalhar com a prevenção de riscos não é apenas eliminar as possibilidades de que um erro, que já aconteceu, venha a ocorrer novamente. Um bom programa de prevenção deve também trabalhar com a possibilidade de acidentes futuros, e de novos incidentes ainda não catalogados, que possam vir a surgir.

A prevenção de acidentes sempre será o melhor remédio e esta é uma das principais atribuições da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

Por esse motivo se torna essencial a busca de novos métodos, além da cobrança pela utilização de equipamentos de segurança, aplicação de procedimentos operacionais corretos, além do preparo no atendimentos de emergências.

O ponto chave é identificar nos trabalhados os estados em que ocorram erros e que possam ocasionar, ou contribuir, para que aconteçam acidentes.

Por meio de metodologias apropriadas já foi verificado que a causa da maioria dos incidentes estava relacionada com comportamentos inseguros e inadequados, ou seja, o fator humano como sendo o principal. E foi por isso que surgiu a segurança comportamental, buscando sempre reduzir os índices de acidentes.

Autor

Rafael Lobo

Fundador e sócio-diretor na Conceito Zen, Bombeiro Civil com aperfeiçoamento em Segurança do Trabalho, Técnico em Massoterapia e vencedor do Prêmio Reconhecimento Senac, atua desde 2008 com palestras e atividades voltadas para SIPAT e Qualidade de Vida no Trabalho.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado – Campos obrigatórios estão marcados com *

O que é Segurança Comportamental? - Conceito Zen