O Que é Higiene do Trabalho ou Ocupacional

A Higiene ocupacional serve como ação preventiva e reparatória para para garantir a saúde do colaborador no ambiente de trabalho.

A higiene do trabalho é a ciência responsável por manter a saúde e integridade do trabalhador em dia, livrando-o de possíveis agentes de risco e substâncias prejudiciais.  O principal papel da higiene ocupacional é manter o bem estar do colaborador dentro do ambiente de trabalho.

A própria palavra “Higiene” tem procedência grega e significa hygeinos. Hygeinos quer dizer “o que é saudável”. Partindo deste princípio, podemos aplicar o conceito de saúde ao ambiente de trabalho, onde temos então o termo Higiene do Trabalho.

Abaixo, você confere tudo o que precisa saber sobre higiene do trabalho. Vamos lá?

Qual o objetivo da higiene ocupacional?

Com a finalidade de assegurar a saúde do colaborador, a higiene do trabalho envolve uma série de medidas que vai desde a prevenção até o controle de potenciais riscos para a integridade e saúde do trabalhador. Geralmente, gases, poeiras, fluidos e substâncias químicas são analisados pelos higienistas ocupacionais, a fim de detectar qualquer tipo de risco ao colaborador.

O que é higiene do trabalho ocupacional

Entre os principais objetivos da higiene do trabalho podemos destacar 4:

  1. Oferecer ambientes de trabalho saudáveis
  2. Auxiliar e incentivar a saúde dos trabalhadores
  3. Apoiar o meio ambiente
  4. Facilitar um ambiente sócio econômico e de maneira sustentável

Portanto, o objetivo do higienista ocupacional é evitar possíveis acidentes e doenças que, a olho nu, são praticamente impossíveis de serem detectados. Sendo assim, esses profissionais que agem em prol do bem-estar do trabalhador são responsáveis pela prevenção de fatores de risco que, em médio prazo, podem implicar em doenças.

O que são agentes de risco?

Os riscos ocupacionais são possíveis danos à saúde e integridade do trabalhador e estão divididos em cinco categorias:

  • Risco físico: este tipo de risco envolvem situações perceptíveis ao sentido humano, como sons, vibrações, ruídos, temperaturas, radiações, tremores e umidade
  • Risco ergonômico: agentes ergonômicos são aqueles que atuam diretamente na relação homem x trabalho e que, ao passar do tempo, interfere negativamente na saúde do trabalhador, como atividades em que o empregado precisa carregar mais peso do que aguenta, esforço físico intenso, exigência de postura inadequada, entre outros
  • Risco de acidente: possíveis situações da estrutura física que influenciam diretamente na ocorrência de acidentes, como arranjo físico inadequado, ferramentas improvisadas, iluminação incorreta, chance de incêndio, equipamentos sem proteção e outras ocasiões de risco que podem ocasionar algum acidente
  • Risco químico: este tipo de ocasião envolve a exposição a substâncias químicas que estão presentes no ambiente de trabalho e são classificados em gases, vapores, poeiras tóxicas, fumos, neblinas e qualquer tipo de química composta ou misturas entre produtos
  • Risco biológico: agentes que se apresentam diretamente na forma de micro organismos e parasitas infecciosos vivos atrelados às suas toxinas, como bactérias, bacilos, fungos, protozoários, parasitas e qualquer tipo de vírus que seja prejudicial à saúde humana, além de outros organismos

Leia Também: O que é Mapa de Risco e Para que Serve

Diferenças entre segurança do trabalho e higiene do trabalho?

Embora as duas se pareçam e, de fato, se complementem, existem algumas diferenças entre essas duas práticas que asseguram a segurança do empregado dentro do ambiente de trabalho.

No caso da segurança do trabalho, por exemplo, o principal objetivo é a prevenção de acidentes em decorrência das atividades propostas pelo empregador. Ou seja, a segurança do trabalho lida diretamente com o controle dos riscos de operação.

Já para a higiene do trabalho, esses riscos são igualmente analisados, mas parte do princípio da avaliação do risco. Sendo assim, os higienistas ocupacionais agem no princípio das doenças ocupacionais e suas causas.

Autor

Rafael Lobo

Fundador e sócio-diretor na Conceito Zen, Bombeiro Civil com aperfeiçoamento em Segurança do Trabalho, Técnico em Massoterapia e vencedor do Prêmio Reconhecimento Senac, atua desde 2008 com palestras e atividades voltadas para SIPAT e Qualidade de Vida no Trabalho.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado – Campos obrigatórios estão marcados com *

O Que é Higiene do Trabalho ou Ocupacional - Conceito Zen