O Que é Comportamento de Risco?

Evitar comportamentos e situações de risco no trabalho é uma responsabilidade de todos para diminuir o número de acidentes.

O comportamento de risco no ambiente de trabalho diz respeito à atitude do funcionário durante o exercício de sua profissão. Ele varia de pessoa para pessoa, e depende dos atos individuais de cada um. Cabe ao Técnico em Segurança do Trabalho e outros responsáveis pela segurança da empresa repassar, identificar e conscientizar as equipes sobre os perigos e consequências do comportamento de risco.

O maus hábitos, que podem ocorrer de forma consciente ou inconsciente, correm o risco de expor o funcionário e seus colegas de trabalho a situações de perigo. Isso pode levar a acidentes laborais, comprometendo a segurança no ambiente de trabalho.

Para a empresa, o prejuízo pode ser maior, passando de processos trabalhistas a problemas com os órgãos reguladores, fora que, nenhuma empresa quer ser conhecida no mercado como uma empresa não segura para seus funcionários.

Epis para reflexão sobre comportamento de risco

Conheça os comportamentos de risco mais comuns:

Falta de atenção e ritmo acelerado: buscar demasiadamente por produtividade e cumprimento de metas pode diminuir a qualidade do serviço. Para produzir o mais rápido possível, o funcionário pode acabar comprometendo também a sua saúde física e mental.

Demasiado sentimento de segurança: ter confiança no trabalho é, de fato, muito importante. No entanto, quando ultrapassa os limites, essa confiança pode fazer com que o funcionário subestime as normas e os procedimentos de segurança recomendados. Também pode fazer com que ele maneje as ferramentas e equipamentos de forma imprudente.

Ferramentas antigas ou defeituosas: a empresa deve sempre oferecer os materiais mais adequados. Utensílios antigos ou com defeito podem prejudicar o trabalho e colocar os funcionários em risco.

Operações sem capacitação: todos os funcionários que lidam com maquinário ou outros equipamentos devem estar aptos para operá-los adequadamente. É papel da empresa garantir que o empregado realmente saiba utilizá-los ou oferecer cursos e treinamentos específicos para cada caso;

Brincadeiras inconvenientes: as brincadeiras devem ter limite no ambiente de trabalho. É claro que pequenas brincadeiras podem tornar o ambiente mais sociável, mas é preciso tomar cuidado. Tenha cautela para que elas não se tornem um problema entre os funcionários.

Negligência com os equipamentos de proteção: alguns empregados podem optar por realizar as tarefas sem os Equipamentos de Proteção Individual ou Coletivo (EPIs e EPCs) recomendados. Isso coloca não só suas vidas em risco, como também a reputação da empresa. É importante que haja supervisão para o uso correto desses equipamentos.

Veja Também: Comportamento Seguro Previne Acidentes

Como impedir os comportamentos de risco?

Existem maneiras para evitar que os comportamentos de risco resultem em maiores problemas para os funcionário e para a empresa. Aprenda a minimizar as más práticas com essas dicas:

  • Utilize os equipamentos de segurança: tenha certeza de que eles estão sendo usados da maneira correta. Os equipamentos são de grande importância. Esclareça os perigos de sua não utilização e engaje os funcionários com as rotinas de segurança;
  • Siga corretamente os protocolos: eles podem ser vistos como “chatos”, mas certamente aumentam a higiene ocupacional, determinando a melhor forma para realizar tal atividade. Seguir as normas é essencial para diminuir os riscos de acidente ao máximo;
  • Use apenas as ferramentas adequadas: em boas condições, elas oferecem o mínimo risco ao funcionário. Troque todo o aparato que já está desgastado, velho ou improvisado inadequadamente;
  • Aposte na conscientização: a empresa deve informar ao seus colaboradores quais os reais riscos de suas funções, além de ensinar a evitá-los.

O que a Conceito Zen pode fazer pela sua empresa?

A Conceito Zen é uma empresa especializada em palestras interativas e desde 2010 atuamos em empresas de todos os segmentos e portes levando informação e orientação de uma forma muito mais dinâmica e interativa.

Se você busca conscientizar seus funcionários com a cultura de segurança, acesse a página de nossa palestra de Segurança no Trabalho clicando aqui e conheça mais sobre o conteúdo de nossa apresentação.

Autor

Rafael Lobo

Fundador e sócio-diretor na Conceito Zen, Bombeiro Civil com aperfeiçoamento em Segurança do Trabalho, Técnico em Massoterapia e vencedor do Prêmio Reconhecimento Senac, atua desde 2008 com palestras e atividades voltadas para SIPAT e Qualidade de Vida no Trabalho.

Comentários

  1. Aide Bernardino Jemusse :

    Este artigo foi muito bom para mim, pois assim já tenho noções de como evitar certos comportamentos de risco.

    • Rafael Lobo :

      Olá Aide.
      Fico feliz que tenha gostado do artigo.

      Abraços,
      Rafael

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado – Campos obrigatórios estão marcados com *