Importância de Se Falar Sobre IST no Trabalho

Para promover informação e conscientização é importante que as empresas abordem o tema IST durante campanhas no ano.

Sabendo que muitos jovens hoje em dia estão se infectando com IST’s e HIV é super importante que as empresas realizem campanhas de prevenção e conscientização no ambiente de trabalho não só visando este público em si, mas atuando na conscientização de todos para serem multiplicadores de informação.

Pouca gente sabe, mas IST é a sigla para Infecções Sexualmente Transmissíveis. Mas, por que falar sobre este tema no trabalho? Explicaremos durante este artigo a importância de debater sobre este assunto no ambiente de trabalho, de maneira didática e completamente informativa.

Diferença entre IST e DST

Para começar, é importante destacar a diferença entre as duas siglas. Isso porque a DST – Doença Sexualmente Transmissível é quando o indivíduo contrai uma série de implicações (doença em si) a partir da relação sexual com outra pessoa. Essas doenças podem ser HIV, sífilis, gonorreia, entre outras.

Por outro lado, a IST é caracterizada por infecções contagiosas, cuja maneira mais frequente de transmissão é por meio das relações sexuais também, porém com destaque para sexo oral, anal e vaginal.

Preservativos na mão

Principais vias de transmissão da IST

O contato sexual sem o uso de preservativo é  uma das principais vias para contrair infecções, tanto em mulheres como em homens. É válido destacar isso nas empresas, pois a maioria conta com uma vasta lista de funcionários, entre homens e mulheres, ou seja, há uma grande diversidade de pessoas que, querendo ou não, praticam sexo regularmente.

Sendo assim, falar sobre as principais vias de transmissão para a IST é a melhor forma de conscientizar a todos. Além do mais, o fato diminui o risco de afastamento para cirurgias, internações, dentre outras complicações que afetam o bolso do empreendedor.

Por que falar sobre IST no trabalho

Assim com foi mencionado acima, falar sobre IST no trabalho pode ser uma excelente alternativa para o gestor que deseja melhorar a qualidade de vida de seus funcionários.

Quando os colaboradores estão conscientizados sobre o assunto, as chances de qualquer tipo de implicação acontecer são mínimas. Neste caso, em longo prazo, o fato reflete diretamente no índice de afastamento, diminuindo o desfalque da equipe e, dessa forma, desenvolve a produtividade no trabalho.

Como falar sobre IST?

O assunto, de fato, é delicado. Entretanto, ele pode ser pautado por empresas que realizam palestras com profissionais altamente qualificados, responsáveis por ministrar sobre o assunto, sempre de maneira informativa e didática.

A Conceito Zen é uma empresa especializada em palestras sobre IST’s nas empresas tendo em seu portfólio mais de 1500 clientes atendidos desde 2010. De uma maneira muito didática e mais do que isso, respeitosa a todos os públicos, nossas palestras se destacam no mercado, pois utilizamos o humor e dinâmicas em grupo para levar um assunto tão sério, mas com aprendizado de forma prazerosa.

Portanto, o gestor de determinada organização deve separar algumas horas do dia para que todos possam participar da palestra e, assim, entender e evitar qualquer tipo de infecção causado pelo sexo desprotegido.

Proteção contra IST

Basta utilizar um preservativo para evitar contrair os vírus responsáveis pela IST, tais como gonorreia e clamídia. Ainda assim, o uso de preservativo diminui constantemente os riscos de outras doenças relacionadas ao sexo, como as que pertencem à classe da DST.

As vacinas também podem proteger contra determinadas IST. Com essas informações, qualquer empresa ficará completamente ciente sobre os riscos do sexo desprotegido e, assim, não afetará a saúde dos funcionários e, atrelado a isso, a saúde financeira da organização.

0
0
facebook

Autor

Iara Pereira

Psicóloga pós graduada em Gestão de Negócios com formação em Personal & Professional Coaching. Sócia-diretora da Conceito Zen, com mais de dez anos de experiência em Treinamentos e Recursos Humanos, atuou em grandes empresas como TNG, Grupo Mapfre Seguros, Bunge Alimentos e Saint-Gobain do Brasil.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado – Campos obrigatórios estão marcados com *