Tabagismo e Suas Consequências

O tabagismo é considerado uma doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e mais de 200 mil brasileiros morrem todos anos devido o consumo de cigarros.

O uso do tabaco é registrado desde o século XV. Sua origem provável são os Andes Bolivianos e os primeiros consumidores foram os indígenas. No século XVII, o tabaco já dominava o cenário europeu e essa expansão continuou até atingir todos os continentes. Com toda essa popularização, o tabagismo foi um hábito pouco estudado até décadas recentes, quando estudos começaram a apontar todas as suas consequências.

Atualmente, ao fumar um cigarro, o usuário estará injetando mais de 4.500 substâncias tóxicas no corpo. Dessas, pelo menos 43 são comprovadamente cancerígenas. Além disso, diversas doenças respiratórias e cardiovasculares estão relacionadas ao fumo.

São muitas as consequências do tabagismo. Além destes perigos, é preciso ficar atento nas origens do vício, que pode surgir de diferentes formas.

Tabagismo e suas consequências

Causas do tabagismo

O tabagismo, principalmente no século passado, era um hábito comum e sinal de comportamento social padrão. Fumar e socializar tinham associação automática, além de significarem status social. Tanto no Brasil quanto em outros continentes, as propagandas, ainda permitidas, evidenciavam o lado lúdico de fumar e ter boa aceitação social.

Mesmo com a mudança da concepção de boa parte da sociedade e dos estudiosos, ainda são alarmantes os níveis de tabagismo no Brasil e no mundo. A principal causa da dependência tem relação com a nicotina, que é uma substância psicoativa. Ela acaba gerando dependência física e psicológica.

A nicotina basicamente incentiva a liberação de dopamina, um neurotransmissor que gera a sensação de prazer. Esse feito dura algumas horas, diminuindo gradativamente conforme o consumo. Após esse período, o usuário passa a sofrer de abstinência.

Consequências do tabagismo

Como a maioria dos vícios, o tabagismo tende a tornar o usuário cada vez mais recorrente, fazendo com que os efeitos sejam ampliados. Esse vício gera problemas físicos, psicológicos e até mesmo financeiro. Muitas pessoas chegam a fumar duas carteiras de cigarro por dia, algo que gera uma despesa mensal alta.

Entre os principais problemas físicos decorrentes do tabagismo podemos destacar:

  • bronquite
  • laringite
  • infecções respiratórias
  • tosse
  • falta de ar
  • aumento nos problemas cardiovasculares
  • ingestão de substâncias cancerígenas

O câncer no pulmão e na garganta também são dois dos mais comuns problemas de saúde entre fumantes.

O tabagismo também interfere diretamente no desempenho físico. Fumantes podem ter dificuldade para respirar e tendem a cansar mais rápido. Casos de impotência sexual também são comuns.

Veja Também: Cigarro pode afetar o desempenho no ambiente de trabalho

Vantagens de parar de fumar

Parar de fumar é fisicamente favorável para qualquer pessoa. Estudos apontam que em apenas 8 horas os níveis de monóxido de carbono voltam ao normal. De 1 a 9 meses o ex-fumante terá diminuição nos problemas respiratórios e um pulmão mais limpo.

Incrivelmente, de 10 a 15 anos o risco de morte por doença coronariana é praticamente igual ao de uma pessoa que nunca fumou. De 15 a 20 anos o risco de câncer fica também próximo ao de uma pessoa que nunca fumou.

Esses números comprovam que nunca é tarde para parar de fumar. Se você já ouviu aquele pensamento comum de que “já fumei tanto tempo, agora não adianta mais”, saiba que em apenas um dia seus riscos de ataque cardíaco já começam a diminuir e em poucas semanas a circulação sanguínea melhora.

A palestra sobre tabagismo é uma das principais apresentações que a Conceito Zen realiza em empresas e o conteúdo desta palestra você pode conferir clicando neste link.

Autor

Rafael Lobo

Fundador e sócio-diretor na Conceito Zen, Bombeiro Civil com aperfeiçoamento em Segurança do Trabalho, Técnico em Massoterapia e vencedor do Prêmio Reconhecimento Senac, atua desde 2008 com palestras e atividades voltadas para SIPAT e Qualidade de Vida no Trabalho.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado – Campos obrigatórios estão marcados com *

Tabagismo e Suas Consequências - Conceito Zen